quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Viver...



Vamos levando os nossos dias, 
Com a força exacta e proporcional à cada estado de espírito . 
Enfrentamos as dificuldades, e aceitamos de braços abertos os pedacinhos de felicidade.
Pequenas porções de alegria que iluminam a nossa vida,
E que de certa forma, lhe atribuem algum sentido . 
Vamos fortalecendo os laços que nos envolvem,
Assim como, os laços que nos fixam ao mundo... 
Esperando no dia seguinte, construir um novo rumo, 
Um novo caminho para edificar o nosso destino.

A cada nova meta, a cada pedaço de construção 
Colocamos todo o nosso empenho e dedicação...
Para que o resultado seja sólido ,  funcional ,  verdadeiro...
E igualmente , belo, poético , harmonioso e inesquecível . 

Cada um de nós é um ser único.
Dando a cada nova "edificação" uma personalidade própria 
Que a destingue de todas as outras.
Pois foram as perdas  e conquistas singulares 
Repletas de significado para quem as viveu
Que lhe atribuiram essa individualidade de sentido,
Mas universalidade para ser admirada por todos os outros.
Através da convivência constante e das emoções . ..
Emoções que mais tarde ou mais cedo nos ligam.
Que evoluem para sentimentos autênticos e vivos.

E, são estas metamorfoses constantes na construção do nosso ser , 
Que fazem com que viver , valha a pena . .
Fazem com que não nos tornemos em "edificações" devolutas.
Ao ficarmos presos a um passado esquecido..
 Apodrecendo num presente não vivido , 
E  ruindo num futuro  inexistente . .

Somos bem mais do que isso ! 
Porque as nossas  emoções ,  sentimentos e sonhos ,  fazem a vida vibrar dentro de nós! 

2 comentários:

Leonel Pinheiro disse...

Olá! Adoro o teu trabalho, adorei ler-te! Bom trabalho.

Catia Rodrigues disse...

Olá! Fico feliz por ter gostado :)