quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

A Vida

Não adianta fugir do nosso destino...
Tudo o que estiver reservado para nós,
Mais tarde ou mais cedo, acaba por nos encontrar,
Seja onde for, e sem qualquer tipo de previsão...
Podemos temer muitas das dificuldades
Que vão surgindo à nossa frente,
Mas a esperança das consequências,
E dos instantes de felicidade que desejamos viver,
É muito superior a qualquer receio...
E, são as boas eperiências, e a espectativa de mais como estas,
Que nos fazem sentir vivos...
Que nos fazem ansear por cada novo dia,
Por cada nova hora...
Eperando que a qualquer momento o destino nos surpreenda...
A nossa vida não é mais do que uma melodia imprevisível.
Repleta de notas e acordes dissonantes.
Mas, que se complementam a cada tempo...
Notas que reflectem o nosso estado de espirito,
O nosso "momento presente"...
Repruduzem as nossas vidas...
E, ao mesmo tempo, embriágam-nos com a sua harmonia,
Envolvem-nos em tais composições,
Que afinal não são mais do que a beleza da nossa existência...


Cátia Rodrigues

Nenhum comentário: